Bloga-me com Força

Blogai e multiplicai-vos!

7.10.2006

Só para elas

Normalmente recuso-me a ter discursos sexistas, mas hoje vou abrir uma excepção e escrever uma posta exclusivamente dedicada às senhoras, isto porque, inquestionavelmente, são as leitoras deste blog, e não os leitores, aquelas que melhor vão compreendê-la.

Hoje decidi falar da guerra que é travada por quase todas as mulheres existentes neste mundo: a guerra contra a “Lipodistrofia Ginóide”, vulgo CELULITE!

Celulite, esse nome que faz as mulheres estremecerem e enveredarem por dietas loucas à base de chá verde e limão; esse nome que nos faz mirar-nos ao espelho durante mais tempo do que aconselhável, para depois deixarmos de comer gelados e outras porcarias que nos fazem tão felizes.

Pois é… depois de quase três décadas com o peso-pluma de 45 quilitos, eis que este ano senti em todo o corpo as transformações provocadas pela síndrome da PDI (Puta Da Idade), que primeiro se revelaram no facto de algumas peças de roupa deixarem de me servir e culminaram quando atingi o peso de 51 quilos! O terror invadiu-me e tomei algumas decisões.

Decidi, não fazer dieta porque isso acho que não preciso, mas pretendo alterar alguns hábitos alimentares e de sedentarismo, esses sim os principais causadores da terrível “Lipodistrofia Ginóide”.

Em relação à mudança de hábitos alimentares para mim até não é difícil, primeiro porque eu sou vegetariana e, logo aí, já consumo naturalmente mais vegetais; em segundo, porque nunca gostei muito de doces e, por isso mesmo, é muito raro cair na tentação de comer bolos ou várias barra de chocolate.

O meu verdadeiro problema reside nos genes tugas, impostos por gerações e gerações de familiares que dedicaram grande parte do seu tempo livre a grandes petiscadas, transferindo para o meu código genético o amor à bela da cervejinha (nada melhor para tirar a sede nestas tardes de Verão), aos salgadinhos e às batatas fritas. Ai sim é que a coisa fica preta e a porca torce o rabo…

Eu sou assumidamente uma batata-fritódependente e tenho de fazer alguma coisa em relação a isso, se pretendo ser uma trintona com “tudo no sítio”.

Enfim, sem querer entrar em exageros, porque afinal quem me tira a imperial e o pratinho de tremoços tira-me tudo, ehehehe, quero ver se tenho mais cuidado com o consumo de alimentos que, à partida, todos sabemos que nos fazem mal.

Ficam aqui algumas dicas:

- Beber cerca de 2 litro de água por dia (o que aumenta exponencialmente as viagens ao WC).

- Comer mais alimentos integrais (massas, arroz e pão).

- Comer muita fruta e vegetais verdes.

- Comer menos ao jantar, porque à noite o organismo gasta menos energia e, por isso, armazena as calorias sob a forma de gordura.

- Evitar beber refrigerantes.

- Fazer exercício físico.


Podem ler mais sobre este assunto aqui e aqui.

Mas atenção, não vamos ser mais papistas que o papa!

2 Comentários:

  • Às 1:19 da manhã , Blogger Jukinha Má-Onda disse...

    Obrigadão pelo comentario no meu blog. Fico bastante contente por teres gostado.
    Olha lá isso da celulite, que eu saiba não é só das mulheres! Já vi gaijos com isso só que fica alojada na barriga e não no rabo.
    E os bébés? Já viste bem o rabinho deles? Teem celulite! E só bebem leite. E nao te rales. celulite desde que não seja uma coisa escandalosa não é um problema. O que realmente salta mais á vistinha (héhéehé) é mesmo a Geometria.
    Cumprimentos do Jukinha-má-onda.

     
  • Às 9:43 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

    come bifes que isso passa

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial